Machado de Assis na The Economist

Vivendo ha 7 anos em Londres sou testemunha de como o Brasil é distante de UK.

Londres foi moradia de ilustres brasileiros como o Jose Bonifácio um dos personagens que mais admiro em nossa Historia.

Tendo sido UK o colonizador de USA, Canada, India, Africa do Sul e Australia entre outros é compreensível que exista uma certa distancia de entendimento de nosso pais tropical .

Apesar disso, graças aos laços históricos com Portugal que datam do tempo das cruzadas os ingleses aparecem em vários momentos de nossa historia.

Inclusive fazem um trabalho incrível de tentar incrementar negocios entre os dois países com metas especificas em sua Embaixada em Brasilia alem dos consulados em algumas de nossas principais cidades.

O governo do Brasil tem muito aprender com os ingleses de como adicionar aspectos de relacoes comerciais a diplomacia.

Outra característica importante é como os ingleses recebem bem os brasileiros que vão empreender no Reino Unido mas não só nós

Todos imigrantes tem apoio para investir e empreender o que torna Londres uma casa de todos sendo exemplo do que é ser uma uma metropole cosmopolita.

Em UK me deparo com coleções de botanica, livros , fauna etc de todo mundo e muito do Brasil que são preservadas de uma maneira unica.

Ver este artigo na prestigiosa revista The Economist indicando a leitura de um livro de Machado de Assis de quase 150 anos atras é uma prova de como os ingleses sabem da importancia de guardar as informações, preservar e fazer uma curadoria do que melhor se produz no mundo livre de preconceitos.


2 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo